O que é Slow Marketing?

Para explicar melhor, preciso começar do começo…

O que é Slow Marketing? Como funciona? Por que ele existe e por que faz sentido?

O termo Slow vem do movimento iniciado em 1986 por Carlo Petrini e sua fundação para protestar contra a inauguração do primeiro restaurante do McDonald’s em Roma. Eles eram contra o Fast Food e então criaram o manifesto do Slow Food. Esse movimento se desenvolveu, amadureceu,  e atualmente pode ser encontrado em outros campos: turismo, urbanismo, religião, educação e até finanças.

O meu contato com o universo Slow foi na educação dos meus filhos, quando conheci o Slow Parenting e comecei a aplicar essa filosofia no dia a dia da minha família. 

Mas qual é a filosofia Slow? 

De acordo com Carl Honoré em seu livro Devagar: Como um movimento mundial está desafiando o culto da velocidade,  

Ser Slow significa que você controla os ritmos da sua própria vida. Você decide o quão rápido você tem que ir em qualquer contexto. Se hoje eu quero ir rápido, eu vou rápido; se amanhã eu quiser ir devagar, irei devagar. O que estamos lutando é pelo direito de determinar nossos próprios tempos.”

Poderoso! E tão atual!

Foi essa frase que me inspirou a unir a filosofia Slow ao Marketing Digital. 

Percebi que precisávamos entender e ouvir que temos o direito de fazer nosso marketing no nosso ritmo, alinhado ao que queremos, sem nos sentir massacrados numa roda viva, sempre menos do que os outros porque não postamos todos os dias ou porque não seguimos as tendências que mudam a cada 2 minutos.

Por outro lado, não podemos ignorar a realidade:

1) Os algoritmos existem e são controlados para nos direcionar para onde querem. 

2) Tem cada vez mais gente na internet e isso vai deixando o que você faz cada vez mais soterrado no meio de um monte de outras coisas

3) As empresas que monopolizam a internet querem o seu dinheiro – e farão tudo o que estiver ao alcance delas para conseguir isso.

Considerando só essas 3 realidades, porque há muitas outras que permeiam nossa vida online, fica difícil de acreditar como um marketing feito “devagar” pode burlar essas regras e gerar resultados.

É que tem uma coisa que é mais poderosa que tudo isso e que ninguém e nenhuma empresa com manobra algorítmica consegue tirar da gente: E essa coisa é a nossa Humanidade.

Ser humano é o nosso maior poder e ser humano é ser consciente daquilo que está a nossa volta. E é aqui que o Slow Marketing se une com o Capitalismo consciente e suas premissas, dando uma base de sustentação positiva para uma indústria tão agressiva.

 

Quando entendemos que o que estamos falando será ouvido por outro ser humano de forma consciente, o algoritmo já não consegue nos segurar.

Então como fazer para nos comunicar de forma mais humana e consciente?

 

A única forma de obter consciência é parando para observar e refletir. Não existe outro jeito de se chegar a consciência daquilo que é sem a pausa. 

Por isso o Slow Marketing é acima de tudo um convite para a pausa e reflexão.

Por que você empreende? O que te motivou a isso? Quem você quer ajudar? Qual seu papel na comunidade e no mercado? Por que fazer isso é importante? Gera o impacto no mundo que você gostaria? Está alinhado com seu estilo de vida?

São perguntas que desenham tudo aquilo que você vai comunicar à partir do momento que você decide trabalhar com Slow Marketing. 

Onde o Slow Marketing é diferente do marketing digital que vemos por aí?

 

Acho que aqui entramos na parte onde começa minha opinião, minha experiência pessoal e a opinião de algumas outras empresas

O marketing digital no Brasil ainda está nos seus primeiros passos. Estamos atrasados em conceitos e ideias. As pessoas que são “referências” tem a mesma linha de pensamento e nenhuma ideia inovadora. Isso dá espaço para a padronização – todo mundo ensina e faz exatamente a mesma coisa.

Essa padronização está baseada na competição, na comparação, no gasto em anúncios e na ansiedade – tudo aquilo que um empreendedor consciente não precisa na sua vida. 

Se você digitar agora  “Marketing Digital” no google, vai ser bombardeado de informações que você não vai saber o que fazer e nem como começar. 

Fórmula de lançamento,  funil de vendas, inbound marketing, marketing de conteúdo, google ads, facebook ads, SEO, identidade visual, gatilhos mentais, neuromarketing – uma lista interminável.

E todas essas estratégias e táticas tem um ponto em comum – e aqui explicitamente informo que essa é minha opinião pessoal – o ponto em comum é gerar o problema para vender a solução.

Eles ditam quanto deve ser seu tráfego no site para gerar 1% de conversão, ditam quantos posts você deve fazer em cada rede, no seu blog e no linkedin. Eles definem que tudo o que você faz TEM QUE ser otimizado, bem feito, bonito, no horário específico e respeitando um funil de 7 etapas com landing page e página de agradecimento.

E óbvio que ao consumir essas informações, tudo fará sentido. Você vai pensar: Nossa que incrível tudo isso! Até que um dia, depois de estudar muito, você vai tentar colocar em prática e fazer você mesmo. E vai perceber que é humanamente impossível. E então você vai contratar todas essas pessoas que ditaram as regras para cumpri-las e será eternamente dependente dessas pessoas.

Eu sei, eu sei…. é a lei da oferta e da procura, o capitalismo, a mão invisível – entendo tudo isso. 

Mas minha pergunta é: onde estão as opções? Que alternativas você, que quer fazer você mesmo, tem disponíveis hoje? 

Se você decidir buscar uma alternativa mais saudável, sustentável, econômica e alinhada com seu estilo de vida, não vai encontrar nada além de pessoas duvidando da sua capacidade.

Um segredo: eu acredito MUITO na sua capacidade de falar para as pessoas sobre o SEU produto, assim como acredito que talvez a parafernália digital que te vendem não é necessária para seu empreendimento.

E aqui começa a diferença entre o Marketing e o Slow Marketing.

O Slow Marketing te dá uma alternativa. Ele abre espaço para você encontrar aquilo que faz sentido para você e para a vida que você quer levar.

É o marketing que se molda à você e não o contrário. 

Ele é simples onde dá para ser simples. Ele respeita suas limitações, ele compara você com você mesmo. Foca no mínimo possível de mídia para gerar um resultado sustentável. E principalmente, acredita que cada ser humano é inteligente o suficiente para decidir de forma consciente se precisa ou não dos seus serviços. Aqui a gente não força a venda em ninguém.

Ok. está claro! Mas como faço isso? 

 

A resposta: Comunicando com clareza, ritmo e consistência. 

O algoritmo e sua rede offline precisam da sua consistência – um ritmo de postagens, divulgações e contatos.

O Slow vai ditar esse ritmo – quanto preciso realmente fazer de marketing para esse serviço? É compatível com a minha realidade? Estou com um serviço novo, preciso colocar mais atenção e velocidade aqui?

E a clareza é aquilo que o ser humano precisa para entrar em ação  – 

A mente confusa diz não – guarde bem essa frase!

Quanto mais clara sua mensagem, mais sentido ela fará para as pessoas que você quer impactar. 

E a mágica é quando você consegue fazer com que seu Marketing vire um filtro que afasta todo mundo que não serve e atrai todo mundo que serve! Sonho de consumo de todos os empreendedores que eu conheço!

Mas isso só é possível quando paramos para refletir e quando abrimos espaço para fazer o que precisa ser feito dentro das nossas possibilidades. 

Isso é o Slow Marketing e espero que esse marketing te inspire assim como inspirou a mim!

Ficou com alguma dúvida? Quer saber mais sobre o Slow Marketing e essa filosofia libertadora? 

Venha trabalhar comigo no Slow Marketing Sessions e aprenda a aplicar esse marketing na sua iniciativa!

2 Comentários

  1. Nathalia

    Adorei! Parabéns pelo texto e pela forma de apresentar o Slow Marketing de maneira simples e objetiva.

    Responder
    • Ana Paula Fragoso

      Obrigada Nathalia! Quero que mais pessoas entendam esse movimento para que melhorem a nossa experiência online.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça a Ana

Eu só quero que você consiga fazer um marketing que não te afoga, mas que te leva mais longe!
Eu busquei e hoje vivo essa realidade.

 

Vamos nos conectar!

QUER SABER AS 5 PRINCIPAIS FERRAMENTAS QUE USO PARA ADMINISTRAR MINHA EMPRESA?

Copyright © CSD Criação e Estratégia Digital Eireli • Legal • Design do site por mim!

Pin It on Pinterest

Sharing is caring!

Se curtiu esse post, compartilhe!