3 coisas que gostaria que tivessem me dito antes de começar a fazer meu marketing digital

Fazer as primeiras manobras de marketing no ambiente digital pode ser um grande desafio.
As regras, dicas, formatos e fórmulas a que somos expostos pelos gurus do marketing nos fazem duvidar de nós mesmos, principalmente os que não tem facilidade para lidar com o ambiente digital.

 

Lembro que meu primeiro contato com o marketing digital me deixou super empolgada e ao mesmo tempo ansiosa.
Eu não enxergava como era possível fazer tudo aquilo, sem virar escrava do eu tinha que fazer.
E isso me incomodava muito porque afinal eu tinha saído do corporativo para não ser mais escrava de ninguém…. 

Então decidi me render aos estudos. 3 anos passaram e não consegui colocar em prática tudo o que estudei. 

Queria continuar trabalhando sozinha e então entendi que o que precisava era parar de olhar pra fora (vide, o marketing dos outros), para começar a olhar para dentro e entender o que de fato eu sonhava em entregar para o mundo fazendo o que eu queria fazer.

 Quando analisei internamente o que queria e coloquei isso para fora, toda a lógica que eu tinha sobre o marketing digital se perdeu. Eu não queria ser “viral”, nem criar um conteúdo “épico”, nem fazer um lançamento de 7 dígitos.

Eu só queria mesmo ajudar outras pessoas a entenderem mais sobre marketing, para elas poderem ter a opção de viver uma vida com mais tempo e qualidade.

Quando defini o que esperava de mim mesma na minha empresa, o marketing passou a ser uma forma de mostrar aquilo que eu acredito e luto todos os dias e não somente aquela tentativa eterna de convencer as pessoas a comprarem alguma coisa.

Logo tudo ficou mais claro e mais fácil.

Óbvio que as ferramentas, estratégias e técnicas que aprendi  precisaram ser usadas e desenhadas, pois não existe marketing sem planejamento.

Mas a simplicidade ganhou da complexidade e finalmente pude relaxar e curtir a viagem!

Das lições, deixo aqui 3

1|Não adianta querer agradar todo mundo

 Foi uma lição que poderia ter aprendido mais cedo. A gente sofre em falar “não” para quem não serve para ser nosso cliente, sofre para dar uma opinião pessoal em um post e sofre com o politicamente correto. Mas a autenticidade mora nas diferenças de opinião, na transparência do  forma de enxergar o mundo e nos valores que carrega com você. Quem se identifica vai te seguir, quem não, não vai e ok…

PARA PENSAR: busque agradar e trabalhar com pessoas que pensam como você, acreditam no mesmo que você, tem um objetivo parecido com o seu e uma visão de mundo também. São elas que vão entender o que você faz e se apaixonar pela sua marca.

 

2|Tudo é uma questão de timing 

Eu sei como é…. Você vê aquelas propagandas de remarketing te seguindo no facebook e no google, você vê todos aqueles conteúdos chegando por email, posts e stories no instagram e pensa, EU PRECISO DISSOOO!

Talvez você precise sim, mas não agora. O erro maior – faço meu mea culpa aqui – é sair como metralhadora giratória fazendo tudo, contratando ferramentas, comprando e fazendo cursos sobre tudo ao mesmo tempo. Isso só tem um resultado: frustração e desmotivação

PARA PENSAR: Faça o que é essencial e POSSÍVEL para você antes de imaginar ter uma marca multiplataforma, omnichannel, cheia de automações e funis. Você vai chegar lá, mas precisa começar com o mundo possível e não o mundo ideal.

 

3|Consistência é chave, mas para quem trabalha sozinho, é difícil pra caramba

 Tenho muita dificuldade em ser consistente. Tenho certeza absoluta de que funciona… eu só não consigo manter o ritmo. Eu sei tudo o que deveria fazer:

1 post por semana para meu blog,
1 post por dia no Instagram
1 post ou 1 comentário por dia no Linkedin
Back up e Atualização do site 1x por semana
Análise de métricas e resultados 1x por mês (mínimo)

A lista continua…..

Só que tem dias que não dá. Eu trabalho sozinha e sou mãe de duas crianças pequenas que são minha prioridade. Por isso parei de me culpar por não conseguir e faço o melhor que eu posso dentro do meu tempo disponível. E isso deve ser o bastante para mim e para minha tribo!

Tenho certeza que com treino, minhas habilidades para escrever, ter ideias e fazer o que tem que ser feito, vão melhorar e em breve poderei dizer que tenho consistência.

PARA PENSAR:  Consistência é chave mas ela deve ser uma meta dentro das suas possibilidades. Não se culpe por não conseguir mas nunca deixe de tentar. Saiba que a consistência vai te ajudar mas que tudo leva tempo.

 Ainda tinha muita coisa para dizer sobre isso, mas deixo essas três lições que aprendi e que hoje me deixam mais tranquila em relação ao caminho que estou percorrendo.

O seu marketing pode ser o reflexo da vida que você quer ter e ele pode levar sua marca muito mais longe. Acredite, o Slow Marketing é um grande aliado dessa vida que você quer viver.

Não é fórmula, nem pulo do gato, nem uma combinação de ferramentas.

O que vai fazer seu marketing desabrochar é você ser você.

Depois vou falar mais sobre isso!

XOXO

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça a Ana

Eu só quero que você consiga ter a vida que sonhou, com a ajuda de um marketing que não te afoga, mas que te leva mais longe!
Eu sonhei e hoje vivo essa realidade.

Vamos nos conectar!

QUER SABER AS 5 PRINCIPAIS FERRAMENTAS QUE USO PARA ADMINISTRAR MINHA EMPRESA?

Copyright © CSD Criação e Estratégia Digital Eireli • Legal • Design do site por mim!

Pin It on Pinterest

Sharing is caring!

Se curtiu esse post, compartilhe!